Solução Blacklist: o meu e-mail não chega no destinatário

Imagem ilustrativa de um portão antigo de madeira travado

Quando clientes não recebem e-mails, normalmente o problema é de sua configuração de e-mail. E-mails muito novos (como da Microsoft) podem estar configurados para não enviar e-mails externos – isso aconteceu comigo!

Há, também, outros problemas de configuração do e-mail que podem gerar esse tipo de situação. Isso você verá em vários sites na internet.

Mas se você já tentou de tudo e não obteve uma resposta, é possível que o seu e-mail pode ter entrado para a lista negra da internet (blacklisted). Isso aconteceu uma vez em um escritório de advocacia em que trabalhei. Do dia para a noite, nossos clientes – grandes empresas – não estavam recebendo os nossos e-mails.

Não havia um profissional de TI. Então, coube à advogada (eu rsrs) descobrir o que havia ocorrido. Após muita investigação online, descobri que, na verdade, o e-mail do escritório tinha sido blacklisted, ou seja, entrou para a lista negra da internet.

Por que o e-mail entra para o black list?

Na internet, tem muita gente que se utiliza de e-mails para distribuir SPAM e vírus. Por isso, existem listas na internet que têm o propósito auxiliar os servidores a filtrarem quem pode ser malicioso.

Essas listas podem sugerir o bloqueio (blacklist) de IPs ou de domínios. O IP é o número identificador de uma pessoa e o domínio é o nome do site/e-mail (ex. wwww.meusite.com.br / contato@meusite.com.br).

Ou seja, essas listas podem sugerir o bloqueio de alguém (o IP) ou do meio do envio (o domínio)

Os principais motivos pelo qual alguém pode ser blacklisted são:

  • Destinatários reclamam que os e-mails são SPAM
  • Utilização de uma lista de e-mails comprada e ruim (em que os e-mails não existem)
  • Envio de e-mails idênticos para muitas pessoas
  • Abuso da quantidade de e-mails enviados por dia

Se eu não fiz nada de errado posso ser blacklisted?

Sim! E foi exatamente isso que aconteceu no escritório em que eu trabalhava. Nós não havíamos feito nada de errado, mas um hacker tinha. Nós descobrimos que o nosso site havia sido invadido. Apesar de aparentar normal, haviam um worm que entrou no nosso site (o nosso site estava em um servidor compartilhado, que está propenso a esse tipo de coisa). Em razão de nosso site estar infectado, acabamos sendo blacklisted.

No nosso caso, o nosso domínio havia sido blacklisted.

É possível, também, que os seus e-mails tenham sido invadidos por hackers (veja aqui 8 indícios alarmantes de que hackearam seus e-mails corporativos).

Como saber se fui blacklisted?

Se o seu cliente não está recebendo os seus e-mails e não parece ser um problema do seu servidor ou configuração de e-mail, é possível que você tenha sido blacklisted. A forma mais fácil de saber se você foi blacklisted é acessando os sites:

Listas de IPs:

Listas de domínio:

No nosso caso, nós apenas consultamos a Spamhaus.

Como sair da lista negra?

Para sair da lista, basta fazer a solicitação nos sites que listei! No entanto, se você entrou na lista por uma invasão de hacker ou algum malware, é necessário remediar a situação com uma equipe de TI. Caso contrário, você irá entrar na lista novamente! Isso foi exatamente o que aconteceu no escritório, como não sabíamos do worm, solicitamos a retirada da lista, mas logo éramos colocados novamente. Foi só com uma bela limpa no nosso domínio que conseguimos sair de vez da lista!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *