Como saber se estou sendo investigado pela polícia -SP

A ideia de ser investigado pela polícia assusta qualquer pessoa. Muitas vez, alguma situação pode te levar à suspeita de que possa estar sob investigação. É sempre recomendável agir de forma proativa nessas situações. Dessa forma, é possível exigir o cumprimento da lei e realizar uma boa defesa desde o início.

Neste artigo, abordamos as formas de saber se você está sendo investigado. É sempre recomendável a contratação de um(a) advogado(a) criminalista para atuar no inquérito policial. Esse profissional poderá auxiliar a garantir a melhor defesa no inquérito policial e a traçar estratégias defensivas pertinentes.

Consulta online

De início, é importante ressaltar que o inquérito policial nem sempre é registrado em nome da pessoa que está sob investigação. Isso acontece porque a investigação se inicia a partir de um fato. Com o relato do que aconteceu, a polícia começa a investigar a possível participação de pessoas nesse fato criminoso.

Muitas vezes, no início da investigação, a polícia não tem o nome da pessoa suspeita. Por isso, não registra no sistema um inquérito policial no nome dela.

No entanto, não é porque o inquérito policial não foi registrado no nome de uma pessoa que ela não está ou não será investigada. Para saber se a pessoa corre o risco de ser investigada ou se está sob investigação, é necessário fazer uma análise do inquérito policial.  Esse trabalho, pode ser realizado pelo(a) advogado(a) criminalista.

No Estado de São Paulo, não existe um método online que garanta a descoberta de um inquérito policial. No entanto, é possível fazer pesquisas pelo nome da pessoa. Entretanto, é bem comum obter um resultado negativo, ainda que haja um inquérito policial em curso.

Site do Tribunal de Justiça de São Paulo

A primeira forma de fazer a pesquisa para verificar se há instauração de inquérito policial é por meio de busca pelo nome no site do tribunal de justiça de São Paulo:

Essa pesquisa por nome pode ser falha porque é possível de que o nome da pessoa não tenha sido registrado no inquérito policial. Essa pesquisa também não abrange inquéritos policiais sigilosos. Como muitos inquéritos policiais são registrados como sigilosos, com frequência inquéritos policias não são encontrados por esse método.

Site do Ministério Público de São Paulo

É também possível fazer uma pesquisa no site do Ministério Público do Estado de São Paulo:

Assim como ocorre no site do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, é possível que não seja possível localizar o inquérito policial.

Site da Justiça Federal

Nos casos de competência da Justiça Federal, é possível realizar a pesquisa por nome no site da Justiça Federal:

Assim como ocorre nos demais sites já citados, existe a possibilidade de não localizar o inquérito policial, seja por não ter o nome da pessoa registrado, seja por ter sido registrado como sigiloso.

Consulta no fórum

Outra forma de encontra um inquérito policial é por meio de pesquisa no distribuidor do fórum responsável pelo caso. Se o caso está localizado no interior, é possível fazer uma pesquisa no distribuidor do fórum daquela cidade. Essa pesquisa só vai localizar inquéritos policiais da cidade em questão. Na cidade de São Paulo, a pesquisa pode ser feita no distribuidor central do Fórum Criminal da Barra Funda. Essa pesquisa abrange também os fóruns regionais de SP.

É importante notar que nem todos os inquéritos policiais serão localizados por esse método. É possível que a pesquisa não entre o inquérito policial porque o nome não foi registrado no inquérito policial ou, ainda, porque a polícia ainda não enviou o inquérito policial para o fórum.

A melhor forma de consultar uma instauração de inquérito policial

A melhor forma de consultar a instauração de inquérito policial é na delegacia com o número do Boletim de Ocorrência. Quando um boletim de ocorrência é lavrado em uma delegacia (seja ela física ou eletrônica),  esse boletim de ocorrência será direcionado para a delegacia responsável pelo caso, a chamada delegacia circunscricional. Essa delegacia pode ser a mesma em que foi lavrado boletim de ocorrência ou pode ser outra delegacia.

Para descobrir qual é a delegacia responsável pelo Boletim de Ocorrência, basta procurar qual é a delegacia circunscricional ou a circunscrição:

exemplo de boletim de ocorrência
exemplo de boletim de ocorrência

Com o número de boletim de ocorrência em mãos, é possível ir à delegacia responsável pela investigação e solicitar a informação. Nós sempre recomendamos que a pessoa sob investigação não vá pessoalmente. Isso porque, no momento de consulta do boletim de ocorrência, a pessoa sob investigação pode ser chamada a depor ou, ainda, se houver mandado de prisão em aberto, ser presa no local.

Por isso, nós sempre recomendamos que se contrate um(a) advogado(a) criminalista para fazer essa análise. Inclusive, se o inquérito tiver sido instaurado, será um(a) advogado(a) criminalista que poderá analisar o caso e traçar a melhor estratégia de atuação. Confira 7 motivos para contratar um(a) advogado(a) criminalista de defesa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *